26 de novembro de 2017

O Mundo é seguro.

Talvez essa seja a principal competência e desafio: 
olhar o mundo com afeto, 
respeito, compaixão , 
suavidade.  
Somente dessa forma 
podemos acreditar 
sermos dignos de receber amor. 
Modifique paradigmas e crenças . 
Tire os óculos da desconfiança.  
Só então , 
será possível respirar profundamente 
e entender que está tudo bem!
O mundo é um lugar seguro!

15 de novembro de 2017

Não Guarde Mágoas

Não guarde mágoas . 
Guarde boas amizades, abraços, alegrias, lembranças que edificam, lições de vida, palavras de apoio, poesias, músicas e coleções de sorrisos!
 Somos seres em evolução, passíveis de falhas! 
Graças a Deus, ninguém, mas ninguém mesmo, é perfeito. 
Perdoe sempre, mas acima de tudo , perdoe-se.  
Ninguém precisa mais do seu perdão, que você mesmo. 
Os principais sentimentos que nos assolam: o medo, a culpa, a raiva. 
Jogue-os fora. 
Seja qual for sua crença , seja qual for sua convicção, jogue tudo que for negativo fora agora, pois já ensinou e não serve mais. 
Estamos aqui de passagem, lembra? 
Pra que levar uma bagagem tão pesada nessa viagem?
O Universo é generoso. 
E Por nós, existe um Deus que nos ama de forma infinita, 
porque é Pai e está cuidando da gente. 
Cada um de nós, representa essa maravilhosa centelha do amor e da criação.

17 de julho de 2017

Invisível


Você está ali.
Todos os dias, você está ali.
Você faz o que tem que ser feito.
Você apoia, você está presente.
Mas o outro não te vê.
Não te considera, não te respeita, te ignora.
Não te dá um abraço, um beijo, não conversa, não te dá atenção.
Não promove uma proximidade.
Fotos, muitas, com todos. Menos com você.
Enfim, você finalmente se pergunta:
O que estou fazendo ao lado dessa pessoa que me ignora por completo?
Parece que a pessoa faz um sacrifício para estar ao seu lado.
Nunca está. Inventa tudo para não estar ao seu lado.
Até que um dia, você acorda. Você é desnecessário ali.
Seu coração é bom. Mas não para mim. Eu sou como um nada.
Você cansa do descaso.
Então, busca outras formas de ver e viver a vida.
Você percebe que nem tudo é o fim, e tem pessoas que te valorizam pelo que é. Pessoas que te tratam bem.
Um amigo, um parente, um irmão.
E basta seguir adiante, e ver que existe vida depois do caos.


12 de julho de 2017

Intenção


Movimentos


 

Quero muito entender os movimentos
Palavras
Ausências
Um instante e vou ao céu
No outro fico sem chão
Não sei decifrar  conjeturas
Já disse tantas coisas
Já quis muito
Estou perdida...
Se mostrar o caminho... fica mais fácil
Não sei adivinhar,  não consigo traduzir.
Hoje conheço apenas meus sentimentos.
Será que eu não entendi alguma parte da história?
Não sei de quem  fala.
Não leio recados
E se o que aconteceu foi irreal,
E se apenas imaginei,
guardo apenas os sonhos, 
E, enfim, acordei.



Códigos




Meu desejo dissonante
que tais códigos
Demandem por mim.
Você encerra segredos e infinitos,
Composições dos meus conflitos.
Êxtase circunflexo
Que me descaminha
Por um estado perplexo
Apalpa meus porões absurdos
E meus desígnios diatônicos
Eu estou aqui
Me embriagando dos seus tons
Me nutrindo das suas notas e sons
Cada vez mais adentrando sua dicotomia
Ingressando em sua paragem
Como se cada mensagem
Estivesse pactuada aos meus devaneios.
Me encontro só.
Paralisada pela sua beleza
Engessada pela sua gentileza
Aglutinada à intenção de te interpretar,
Num tropeço implacável com vírgulas e interrogações.
(Carmen Eugenio)

5 de julho de 2017

Travessia




A travessia  às vezes é demorada.
Você vai se despedindo, 
relutante em aceitar o fim.
Esse desprendimento acontece aos poucos.
O desejo se despede.
Não se tem mais o abraço.
E as conversas dão lugar ao silêncio.
A distância vai aumentando.
A proximidade diminuindo.
Os mundos tornam-se desconhecidos.
A indiferença se instala.
Até o dia em que os laços, tornam-se fios quase transparentes.
E as pessoas permanecem sem mais estar.
E então, chega a hora de partir e
agradecer por ter vivido a experiência de compartilhar.






4 de julho de 2017

Eu mesma


Amo achar algo engraçado
Convivo com o pouco explicado
Esqueço mal-entendidos.
Enxergo meu reflexo.
Coexisto com o sem-nexo.
Gosto de olhar para o mar, para o céu.
Tenho uma bicicleta, 
livros, 
sonhos 
e um violão.
Conheço estradas e solidão.
Carrego vontades e sei sorrir.
Tenho saudades de algumas coisas.
Uma delas é conversar sem tempo prá terminar.
Sinto com coração.
E se outro dia se transformar em muitas horas
Posso ouvir sua respiração.

30 de junho de 2017

Medo



Eu tenho vontade de te falar
Pare de ter medo
Ou tenha
Mas não se deixe paralisar.
 Eu tenho vontade de te ver
Aonde pode acontecer?
Eu fico imaginando sua voz
Como deve ser?
Eu vou decifrando o seu jeito.
Na verdade, eu gosto de te ler
Todos os dias, todas as suas palavras e declarações.
Nem imagino pra quem seja.
Mas em cada ponto, me encontro.
E isso , por ser bom,  acaba por ser tudo. E tanto.


Acaso




Distraidamente
Encontrei suas frases e
Atada aos seus efeitos
Nem pensei em recuar.
Tropeços, avessos
Músicas , recomeços
tudo que não conheço,
Veio me abraçar.
Tudo quente e confortável
Nos instantes que restavam
Para que eu pudesse imaginar
Alguma coisa, qualquer coisa ou algo assim.
Estou aqui, ai , em algum lugar
E basta um instante pra te encontrar.




29 de maio de 2017

Observatório

Ruíram paredes ao meu redor
Luzes se apagaram
E me encontrei

 Tao despretensioso
E relevante
Um observatório permanente.
Fragmentos  de telhas quebradas
Deixam  a água inundar meus pensamentos

Esqueça os trampolins para mudar as fases
Coisas que ficaram para trás
Beijos roubados , amores perdidos
Encontros de elevador
Monólogos num porão gelado.
Talvez , as chances do acaso,
Aconteçam tão de perto
Como o espaço mágico de um  abraço .



Uma loucura de Cordel


Vou lhes contar uma história
Prometo que é verdadeira
Uma pessoa que sofria
De tormento a vida inteira
Não sabia o que fazer
Pra fugir dessa doideira

Ela tinha muitos sonhos
Mas nem sempre os entendia
A maioria das pessoas
Nunca a compreendia
Ela apenas precisava
De poesia no seu dia

Que loucura meus amigos
Que nos enche de clareza
Toda atenção que alguém lhe dava
Trazia uma certeza
O inconsciente  floresce
E da pintura vem  leveza

Podia cantar e encantar
Dançar e espalhar brilhos
Tinha em si todas as cores
os compassos e os estribilhos
Todos os sons desse mundo
lhe colocavam sobre os trilhos

É a arte que nos salva
forte, vibrante e pura
inclui a gente e lava a alma
tamanha envergadura
um caminhar confiante
Dissonante de qualquer loucura

Carmen Eugenio




O Mundo é seguro.

Talvez essa seja a principal competência e desafio:  olhar o mundo com afeto,  respeito, compaixão ,  suavidade.   Somente dessa fo...