23 de março de 2012

E o Padre Morreu... II

Minha secretária chegou hoje chateada. O padre da sua igreja foi visitar parentes em outra cidade e morreu.  Eu disse: nossa, que triste...
Há duas semanas, ela encontrou um vizinho meu e me disse: o padre da minha igreja mora no seu prédio.  Eu perguntei: quem? Ela disse, o vizinho do apartamento x.
Hã? Mas esse vizinho é casado e tem filho. Como pode ser padre?
Ela disse: mas é ele. Ele até me reconheceu e me cumprimentou.
Aí fiquei pensando...será que padre já pode casar? A coisa tá moderna e eu nem estava sabendo...
E hoje, ela me aparece com a notícia da morte do padre, o tal vizinho então.  Pensei : coitado...Mas também pensei: será que ele inventou essa história para acabar com sua dupla personalidade, com medo da gente sair contando por aí? (Coisa feia pensar assim do morto...)
Meio dia, chegando do trabalho, subi no elevador com quem? Com o vizinho, o suposto padre e suposto falecido. Ai ‘Jesuissssssssssss’ o ‘hómi’ tá vivo!
Cheguei em casa e disse: Cida, primeiro você casou o padre. E agora você o matou. Mas o meu vizinho está ‘Vivinho da Silva’! Acabei de encontrá-lo e levei um susto danado.
E a Cida: ué...
Eu disse: Você olhou bem? Será que é a mesma pessoa? Meu vizinho e o padre da sua igreja?
Eu tenho certeza dona Carmen...Quer dizer...eu tinha...Nossa, eu chorei tanto pela morte do padre...e agora não sei mais....
Bom, coragem de perguntar para o meu vizinho se ele é o padre da sua igreja, eu não tenho. Então ‘fia’ vai ficar o dito pelo não dito.
E o padre morreu. Pelo menos para o celibato...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é valioso para mim.
Muito obrigada!

O Mundo é seguro.

Talvez essa seja a principal competência e desafio:  olhar o mundo com afeto,  respeito, compaixão ,  suavidade.   Somente dessa fo...