15 de julho de 2011

PARQUE DAS NAÇÕES INDÍGENAS



“Lá vento é mágico.
Venta muito, e tanto, e sempre.
O lago encanta
O verde chama
A natureza é suprema
Vi quatis brincando
Uma capivara se banhando
O rio prosa passando pelo parque.
O rio não passa. Passeia.
Como todos os que lá estão...”

Há um tempo que não o visitava,
E agora o Parque tem ciclovia, parque para crianças, banheiros limpos.
Cada portão tem o nome de uma aldeia indígena: Kaiowa, Ñandeva, Kadiwéu, Guaicuru, Terena.
Está todo sinalizado para ciclistas e pedestres.
Muito organizado.
Para garantir a segurança, um posto da Polícia Militar foi instalado dentro do Parque.
Dispõe de quadra de esportes, pátio para skate e patins, sanitários (limpos), pista asfaltada para caminhada de quatro mil metros.
Dentro do Parque há o Museu do Índio, Museu de Arte Contemporânea (MARCO), Museu de História Natural, além do Monumento do Índio e a Concha Acústica Helena Meireles onde acontecem diversos espetáculos.
O parque está localizado nos altos da Avenida Afonso Pena, na cidade de Campo Grande-MS. Possui 119 hectares. Muitas vezes, encontramos capivaras e quatis passeando por lá.
Enfim, um lugar de lazer incrível, que nos proporciona momentos de relaxamento e bem-estar!
Horário: Terça a Domingo, das 6 às 21 horas.











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é valioso para mim.
Muito obrigada!

O Mundo é seguro.

Talvez essa seja a principal competência e desafio:  olhar o mundo com afeto,  respeito, compaixão ,  suavidade.   Somente dessa fo...