Castelo de Areia



O Castelo era de Areia
mas, mesmo frágil,
abrigava uma existência.
Emoções nasciam entre aquelas paredes.
Algumas ruíram.
Apesar da vulnerabilidade,
Aquela inquietação não cedeu ao perigo iminente.
E mesmo quando tudo escureceu
Restou um canto incandescente
Que insistia
no recomeçar de cada grão.
(Carmen Eugenio)

Comentários

Postagens mais visitadas