Páginas

30 de setembro de 2010

Exposição de Cerâmica Terena

A Exposição de cerâmica Terena, acontece na Casa do Artesão em Campo Grande - MS, até o dia 15 de outubro.




28 de setembro de 2010

Congruencias


Amor é exagero,
sabor das minhas manias,
perfume de todo cheiro.
Visão de toda parte
Talvez, Agora.
Ficção, Encarte?
O melhor do outono.
Cor da primavera.
Algo que se espera
e inspira luz da aurora.
Trajetória premente
De indelével pulsar febril.
"Todos os amores deveriam ser possíveis, recíprocos e eternos!!!"

26 de setembro de 2010

A Reboque

Às vezes me sinto estranha
Como se meu momento estivesse um chuvisco
Busco um entendimento
Fujo de acontecimentos
Me perco em pensamentos
Há miopia em meus sentimentos.
E nessa confusão
Destino é meu aposento
Quieto e secreto
Distante de toda euforia
Destoante de qualquer paradoxo.
O infinito está em mim
Silêncio transmutado em cais.

(Carmen Eugenio)

25 de setembro de 2010

 Ter coragem, não quer dizer que não temos medo, mas que ousamos superá-lo!  Carmen Eugenio

20 de setembro de 2010

Fernando Pessoa

“Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.”

19 de setembro de 2010

A vida não estaciona...a alma não envelhece...o querer não cessa!
Carmen Eugenio

Crônica de Maria Sanz Martins

" Quando eu for bem velhinha, espero receber a graça de, num dia de domingo, me sentar na poltrona da biblioteca e, bebendo um cálice de vinho do Porto, dizer a minha neta:
- Querida, venha cá. Feche a porta com cuidado sente-se aqui do meu lado.
Tenho umas coisas para te contar. E assim, dizer apontando o indicador para o alto:
- O nome disso não é conselho, isso se chama colaboração! Eu vivi, ensinei, aprendi, caí, levantei e cheguei a algumas conclusões. E agora, do alto dos meus 82 anos, com os ossos frágeis, a pele mole e os cabelos brancos, minha alma é o que me resta, saudável e forte.
Por isso, vou colocar mais ou menos assim:
- É preciso coragem para ser feliz.
Seja valente. Siga sempre o s eu coração. Para onde ele for, seu sangue, suas veias e seus olhos também irão. E satisfaça seus desejos. Esse é seu direito e obrigação. Entenda que o tempo é um paciente professor que irá te fazer crescer, mas a escolha entre ser uma grande menina ou uma menina grande, vai depender só de você.
Tenha poucos e bons amigos.
Tenha filhos.
Tenha um jardim.
Aproveite sua casa, mas vá a Fernando de Noronha, Barcelona e à Austrália.
Cuide bem dos seus dentes.
Experimente, mude, corte os cabelos.
Ame para valer, mesmo que ele seja o carteiro.
Não corra o risco de envelhecer dizendo "ah, se eu tivesse feito...".
Tenha uma vida rica de vida.
Vai que o carteiro ganha na loteria! - tudo é possível, e o futuro, tsc, é imprevisível.
Viva romances de cinema, contos de fada e casos de novela.
Faça sexo, mas não sinta vergonha de preferir fazer amor.
E tome sempre conta da sua reputação, ela é um bem inestimável. Porque sim, as pessoas comentam, reparam, e se você der chance, elas inventam também detalhes desnecessários.
Se for se casar, faça por amor. Não faça por segurança, carinho ou status.
A sabedoria convencional recomenda que você se case com alguém parecido com você, mas isso pode ser um saco! Prefira a recomendação da natureza, que com a justificativa de otimizar os genes da reprodução, sugere que procure alguém diferente de você. Mas para ter sucesso nessa questão, acredite no olfato e desconfie da visão. É o seu nariz quem diz a verdade quando o assunto é paixão.
Faça do fogão, do pente, da caneta, do papel e do armário, seus instrumentos de criação.
Leia, pinte, desenhe, escreva.
E, por favor, dance, dance, dance até o fim, senão por você, o faça por mim.
Compreenda seus pais. Eles te amam para além da sua imaginação, sempre fizeram o melhor que puderam, e sempre o farão.
Cultive os bons amigos. Eles são a natureza ao nosso favor e uma das formas mais raras de amor.
Não cultive as mágoas - porque se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida é que um único pontinho preto num oceano branco deixa tudo cinza.
Era isso minha querida. Agora é a sua vez.
Por favor, encha mais uma vez minha taça e me conte:
- 'Como vai você?' "

16 de setembro de 2010

Exames Gratuitos de Densitometria Óssea

O Centro Radiológico está doando exames de Densitometria Óssea para a população de Campo Grande-MS durante o mês de setembro. No primeiro sábado do mês (4), foram doados 15 exames e no segundo (11), mais 15 idosos puderam fazer o procedimento gratuitamente. As ações continuam nos dias 18 e 25 de setembro.
A Densitometria Óssea é considerada a melhor maneira para diagnosticar a osteoporose e diversos outros problemas que possam atingir os ossos. O objetivo de se fazer esse exame é avaliar o grau da osteoporose, indicar a probabilidade de fraturas e auxiliar no tratamento médico. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a osteoporose é definida como doença caracterizada por baixa massa óssea e deterioração da micro-arquitetura do tecido ósseo. É recomendado que se repita anualmente a densitometria óssea para que o médico controle o acompanhamento evolutivo da osteoporose.

O exame é indicado a todos os indivíduos com mais de 65 anos, com deficiência de hormônios sexuais, mulheres na perimenopausa que estejam cogitando usar terapia de reposição hormonal, pacientes com alterações radiológicas sugestivas de osteopenia ou que apresentem fraturas osteoporóticas, pacientes em uso de corticoterapia crônica, pacientes com hiperparatiroidismo primário, pacientes em tratamento da osteoporose, para controle da eficácia da terapêutica.

O Centro Radiológico Campo Grande fica na Avenida Afonso Pena, 2843. Mais informações pelo (67) 3318.0100.

10 de setembro de 2010

POEMA SEM TÍTULO - GERALDO CARNEIRO

A VIDA É UMA VIDA SÓ
A VIDA É UMA ÁVIDA
A VIDA É UMA AVE
A VIDA É UMA
SÓ UMA


Eu e minha irmã Valéria, festando claro!

Eu e minha irmã Valéria, festando claro!
Ocorreu um erro neste gadget