24 de dezembro de 2010

Amar é estar Feliz!


O amor transborda.
Tudo fica diferente
O Olhar, já não mais indiferente,
às cores que cintilam ao redor
Brilha sob o deleite daquela luz.
A alma apaixonada
quer ouvir novamente aquela voz,
sentir novamente a proximidade
que atravessa o silêncio
e invade mistérios.
O céu está mais azul, a brisa mais suave,
as pessoas com seus significados e signos
fazem mais sentido agora.
E todas as músicas
Transportam,
Encantam
Tranformam.
Ao amor, obrigada por fazer do mundo um lugar mais Feliz!
(Carmen Eugenio)

15 de dezembro de 2010

Pantanal - Fazenda Baía Grande

(pôr do sol pantaneiro)
A Fazenda Baía Grande é um sonho!
Está localizada no Pantanal, a 20 km da cidade de Miranda, no Mato Grosso do Sul.
Uma fazenda (pousada) com capacidade máxima para 15 pessoas.
Os apartamentos possuem ar condicionado, banheiro privativo, sacadas com redes.
Oferece diversos passeios, cavalgadas, pescaria de piranhas, trilhas, safari fotográfico e focagem noturna de jacarés.
Na diária, além dos passeios, estão também inclusos 03 alimentações.
Da capital Campo Grande até a Fazenda são 220km.
No perfil do  Facebook. há mais fotos!
Contato: Alexandre - 67 9984-6658
fazendabaiagrande@hotmail.com







13 de dezembro de 2010

UNIDANÇA & CONVIDADOS


O evento conta com o apoio da UFMS, e trata-se de uma mostra de dança em vários estilos, entre eles ballet clássico de repertório e livre, dança contemporanea, jazz, ballet infantil, dança de salão e pano acrobático. Esse evento tem como proposta ser um espaço democrático para mostrar os trabalhos em dança no estado,sem privilegiar determinado estilo ou modalidade, sendo assim uma vitrine a produção em dança no MATO GROSSO DO SUL e ainda um espaço de discussão teórico prática, nas próximas edições.
Os grupos convidados são : Grupo de dança Paez, Academia Compasso, Grupo de dança ímpar,Grupo de Daança de Salão Dani Barilli & Ivan Souza, Grupo de Dança da Escola Alternativa, Grupo de Dança do Colégio Star e CIA UNIDANÇA UFMS.

6 de dezembro de 2010

Carlos Drummond de Andrade - Almas Perfumadas

(Flores - Beatriz Milhazes)

Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta.
De sol quando acorda.
De flor quando ri.

Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso
numa tarde grande, sem relógio e sem agenda.

Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça.
Lambuzando o queixo de sorvete.
Melando os dedos com algodão doce
da cor mais doce que tem pra escolher.

O tempo é outro.
E a vida fica com a cara que ela tem de verdade,
mas que a gente desaprende de ver.

Tem gente que tem cheiro de colo de Deus.
De banho de mar quando a água é quente e o céu é azul.
Ao lado delas, a gente sabe
que os anjos existem e que alguns são invisíveis.
Ao lado delas, a gente se sente
chegando em casa e trocando o salto pelo chinelo.
Sonhando a maior tolice do mundo
com o gozo de quem não liga pra isso.

Ao lado delas, pode ser abril,
mas parece manhã de Natal
do tempo em que a gente acordava e encontrava
o presente do Papai Noel.
Tem gente que tem cheiro das estrelas que Deus acendeu no céu
e daquelas que conseguimos
acender na Terra.
Ao lado delas, a gente não acha que o amor é possível,
a gente tem certeza.
Ao lado delas, a gente se sente visitando
um lugar feito de alegria.
Recebendo um buquê de carinhos.
Abraçando um filhote de urso panda.
Tocando com os olhos os olhos da paz.
Ao lado delas, saboreamos a delícia
do toque suave que sua presença sopra no nosso coração.
Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa.
Do brinquedo que a gente não largava.
Do acalanto que o silêncio canta.
De passeio no jardim.
Ao lado delas, a gente percebe
que a sensualidade é um perfume
que vem de dentro e que a atração
que realmente nos move não passa só pelo corpo.
Corre em outras veias.
Pulsa em outro lugar.
Ao lado delas, a gente lembra
que no instante em que rimos Deus está conosco,
juntinho ao nosso lado.
E a gente ri grande que nem menino arteiro.
Tem gente como você que nem percebe
como tem a Alma Perfumada!
E que esse perfume é dom de Deus.
(autor desconhecido. Porém, muitos atribuem a Drumond)

(recebi esta mensagem, hoje, de uma das minhas grandes amigas - Eva Oliveira! Beijos no seu lindo coração, uma Alma Perfumada!!!!

3 de dezembro de 2010

VIK MUNIZ








Artista brasileiro, consagrado internacionalmente, Vik Muniz, iniciou sua carreira em Nova York, onde encontrava-se para um curso de inglês em 1983 e por lá acabou permanecendo.

Retornou ao Brasil em 2009, onde fez ,aqui , sua primeira exposição no Museu de Arte Moderna, no Rio de Janeiro e logo em seguida no MASP, em São Paulo, reunindo 131 obras de sua trajetória artística. São 20 anos de quadros e fotografias expostos pelo mundo e aclamados pelos mais importantes críticos de arte.
Em 1995, um crítico do jornal The New York Times o descobriu. A partir daí, o Metrolipolitan Museum Of Art e o Museu Guggenheim adquiriram suas obras. Expôs suas fotos no Museu de Arte Moderna de Nova York, o MOMA , onde também foi convidado para ser o curador de uma importante exposição, ‘Artist’s Choice’.


Esta foto é um autoretrato em mosaico, feito com pontas de revista e depois fotografado.
Vik Muniz é o autor das obras que são exibidas diariamente no videoclipe de abertura da novela “Passione”.


Em seu trabalho, de singular criatividade, a fotografia associa-se à outras artes como: escultura, o desenho, a pintura, a gravura. Suas obras fotográficas são de desenhos criados a partir de materiais inusitados: açúcar, manteiga de amendoim, calda de chocolate, vidro, lixo, poeira, diamantes, geléia, sucata… Vik constrói o desenho de forma realista em grande ou pequena escala, e depois o fotografa, recriando inúmeras possibilidades de apreciação do todo.
No final deste ano, 2010, lança em Nova Iorque o documentário “Lixo Extraordinário”, dirigido por Lucy Walker. Um registro do seu trabalho com catadores de lixo do aterro Jardim Gramacho, em Duque de Caxias, RJ, onde está localizado o maior aterro sanitário da América Latina. O local recebe, por dia, mais de 7 mil toneladas de lixo provenientes de mais dois municípios da Baixada Fluminense e também da cidade do Rio de Janeiro.
Trabalha agora em um projeto relacionado à criação de uma Semana de Arte no Rio. O que, sem dúvida, será um presente para nós, brasileiros.

A Arte de Vik Muniz, embora contemporânea, transcende valores simplesmente estéticos, transportando seu público a questionamentos sociais e históricos e a novas interpretações em uma releitura de clássicos, criando grande empatia e intensa interatividade com a sua produção.

1 de dezembro de 2010

QUEM É A PESSOA CERTA?

(Feito pelo designer gráfico Cristiano Soares Pereira)

Existe uma certa procura pela “Pessoa Certa”.
Alguém sabe quem é a pessoa certa?
Você é a pessoa certa?
Um dia minha tia Jamira, casada há mais de 30 anos com meu tio, me disse: “Temos que fazer a coisa dar certo.”
Faça sua parte da melhor maneira que puder, seja o melhor de si, faça a coisa dar certo, sendo VOCÊ a 'Pessoa Certa.'
Afinal, por que transferir essa responsabilidade para o outro?
Queremos encontrar a pessoa certa, mas será que somos a pessoa certa?
Assumindo a responsabilidade em ser a tal “Pessoa Certa”, podemos conseguir encontrar o companheirismo, a doação, a entrega, o carinho, a compreensão, a atenção, a lealdade, o respeito e o desejo.
Me esqueci de algum ingrediente para a tão sonhada felicidade a dois?
Relacionamento exige investimento: emocional, de tempo, de boa vontade...
Um ‘trabalho’ diário, mas compensador.
Evoluímos e cortamos arestas a cada dia.
Descobertas, quedas, justificam nossos passos, retornos e paradas.
O desejo pelo outro existe tão intenso, quase sempre,quanto o desejo de liberdade.
Liberdade em ‘ser’ o que se é...simplesmente.
Afinal, um encontro é a união de dois universos e não, necessariamente, a fusão deles.
Há pessoas que querem transformar o outro e deixam de amá-lo pelo que realmente são, em sua essência.
A pessoa certa se aceita como é e, principalmente, aceita o outro.
E você?
Está à procura da pessoa certa?
(Carmen Eugenio)

"Quando a gente acha que tem todas as respostas, vem a vida e muda todas as perguntas." (Luis Fernando Verissimo.)

26 de novembro de 2010

Cãriùá - TaTaRaNa

Para ser feliz, não é preciso pretexto,
motivo, intuito ou provocação.
Nascemos assim e pronto!
A residência do problema está no seguinte dia em que abandonamos a placenta aquática.
É preciso um pouco de sorte com os responsáveis escalados pela nossa sobrevivência.
Não raro tornamo-nos objetos abjetos fadados a subserviência e aí a felicidade não vai embora mas entra de "folga" e algumas esquecem de retornar ao trabalho.
É impossivel ter alguma satisfação sendo "capacho",
constrito ou encarcerado.
Pois:
"Felicidade não se busca. Recupera!"
(Cãriùá - TaTaRaNa)
http://www.cariua.com/
www.twitter.com/cariua
www.myspace.com/cariuatatarana
www.facebook.com/cariua.tatarana

24 de novembro de 2010

DIVAGAÇÃO


Percorro um labirinto
Onde as palavras se escondem.
Nem sei como lá entrei.
Não me preocupo em sair.
Aprecio o inexato
Abstrato
e o extrato da emoção.
Ainda que não me sobrem respostas
Ou pronomes oportunos
Eu, nós...
Estamos sós
Caminhando por vogais.
Acredito e coexisto
nos acordes de
ilusões e desejos.
Passaria tudo a limpo
mas não perderia a intenção dos rascunhos.
"Equívocos, tropeços e atalhos também abrem caminhos." (Carmen Eugenio)

20 de novembro de 2010

Crônica da Menina Só

Esses dias encontrei uma menina com um semblante triste e resolvi me aproximar. Perguntei:
- Oi, meu nome é Carmen! Você está triste?
Ela respondeu:
- Não sinto alegria.
Eu falei:
- Mas você é uma menina tão bonita, com saúde, tem sua família, tem sua casa. Além disso, é tão admirada, cercada de pessoas que te querem bem. Por que se sente triste?
- Eu não sei. Não consigo encontrar-me comigo mesma. Não sei o que quero, o que faz me sentir triste, o que preciso, não sei nem se me conheço. Às vezes tenho vontade de chorar e nem sei porque. Então, se você me pergunta se estou triste, lhe respondo que sim, mas não sei explicar o porquê.
- Se quiser minha ajuda...
- Como você poderia me ajudar? Por acaso você se conhece, sabe se pode realmente me auxiliar?
Eu não soube responder àquela pergunta...mas eu estava com boa vontade...queria poder dar-lhe a mão e tirá-la daquele instante adverso.
- Você tem razão. – Eu disse. Não tenho certeza se me conheço tão bem, a ponto de poder ajudar alguém. Mas posso ouvi-la. Estarei por perto se quiser conversar. Acho que posso te dar esse pouco de mim mesma. Minha atenção.
- Preciso de um pouco de atenção mesmo. Um pouco de carinho. Não sei se tenho carinho nem por mim mesma. Não sei se estou disposta a conversar com meu próprio eu ou com você. Já lhe disse mais do que pensei que pudesse. Sinto solidão, mas não tenho vontade de estar com alguém. Quero estar sempre só. Estou a procura de algo que nada, nem ninguém pode me dar. Já estive em muitos lugares, já conversei com muitas pessoas, mas existe um vazio insistente dentro de mim. Um vão, um vácuo que nunca se preenche. Então resolvi observar esse nada que dominou meu ser.
- Não sei se a entendo, mas sei que não temos o direito de julgar ninguém. Cada um de nós, tem seus limites e qualidades. De qualquer forma, saiba que percebi sua tristeza, mesmo parecendo estar cercada de felicidade. Posso não ter respostas para suas aflições, mas tens minha solidariedade e companhia, se precisar e, claro, se assim o desejar.
Então, me despedi e fui embora. Sem compreender aquela tristeza inexplicável e sem conseguir responder aquela pergunta: Você se conhece?
(Carmen Eugenio)

Feliz Olhar Novo

                 (Cátia Rodrigues, Olhares)
"O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho da sua história.
O grande lance é viver cada momento como se a receita da felicidade fosse o AQUI e o AGORA.
 Claro que a vida prega peças. É lógico que, por vezes, o pneu fura, chove demais…
Mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos uma vez ao dia?
Tem sentido ficar chateado durante o dia todo por causa de uma discussão na ida pro trabalho? Eu quero viver bem.
O ano que passou foi um ano cheio. Foi cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio de problemas e desilusões. Isso é normal.
Às vezes se espera demais das pessoas. Isso também é normal. A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor machucou. Bom, você achou que isso ia ser diferente, não ligue, pois isso é normal. O próximo ano não vai ser diferente. Muda o século, o milênio muda, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas e aí? Fazer o quê? Acabar com seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança? O que eu desejo para todos nós é sabedoria!
E que todos saibamos transformar tudo em uma boa experiência!
Que todos consigamos perdoar o desconhecido, o mal educado. Ele passou na sua vida. Não pode ser responsável por um dia ruim…
Entender o amigo que não merece nossa melhor parte. Se ele decepcionou, passe-o para a categoria três, a dos colegas. Ou mude de classe, transforme-o em conhecido. Além do mais, a gente, provavelmente, também já decepcionou alguém.
O nosso desejo não se realizou? Beleza, não tava na hora, não deveria ser a melhor coisa pra esse momento. Chorar de dor, de solidão, de tristeza faz parte do ser humano. Não adianta lutar contra isso. Mas se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam diferentes.
Por isso desejo para você esse olhar especial. O Ano Novo pode ser um ano especial, muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso. Somos fracos, mas podemos melhorar. Somos egoístas, mas podemos entender o outro. O próximo ano pode ser o máximo, maravilhoso, lindo, espetacular… ou… Pode ser puro orgulho!
Depende de mim, de você!
Feliz olhar novo!!!
Que a virada do ano não seja somente uma data, mas um momento para repensarmos tudo o que fizemos e que desejamos, afinal sonhos e desejos podem se tornar realidade somente se fizermos jus e acreditarmos neles!"

.Carlos Drummond de Andrade,

O Corpo Fala

A dor de garganta aparece quando não é possível comunicar as aflições e frustrações. Não engula desaforos, mágoas, reclamações. Saiba ter voz, seja uma pessoa assertiva, não precisa brigar! Aprenda a se comunicar e expressar seus pensamentos de maneira clara e objetiva, sem perder a paciência. Se você viver guardando seus sentimentos e pensamentos, uma hora, uma das duas coisas coorre: pode ocorrer um problema sério na região da boca e garganta (saúde) ou você estoura e diz de uma vez só, tudo o que pensa, com raiva e ressentimentos e acaba magoando todos ao redor. Procure não acumular fatos. Assim que ocorrer algo que te desagrade, você pode chamar a pessoa que o magoou e dizer: eu admiro esta característica sua. Comece sempre com algo positivo daquela pessoa. E quando for “reclamar”, reclame de um fato, de uma atitude, não da pessoa. Diga: Não gostei quando você fez isso, pois me senti assim… Um bom líder sabe se comunicar. Elogia pessoas em público e crítica fatos em particular.
O resfriado escorre quando o corpo não chora. Chorar alivia, então chore sempre que sentir vontade. No passado, a pior crença repassada por nossos antepassados era: homem de verdade não chora. Então muitos homens guardaram tão profundamente suas dores e sofrimentos que acabaram cedo com sua saúde e morreram antes do tempo. Precisamos tirar um momento para rir, chorar, brincar, viajar, fazer exercícios físicos, dançar, curtir a vida. Equilíbrio! E lembre-se: chorar de vez em quando, é natural, faz bem e só mostra que você tem sensibilidade e não tem medo de mostrar suas emoções.
O estômago arde quando as raivas não conseguem sair, quando algo acontece e você não aceita, não consegue digerir o fato. Ache uma válvula de escape, grite, dê soco no travesseiro, escreva tudo num papel e queime, pratique um esporte, lute boxe, ache uma maneira de extravasar as emoções, faça terapia. E se possível, elimine as pessoas “nocivas” na sua vida.
O diabetes invade quando a solidão dói. Mas estar sozinho é sempre uma escolha, então abra-se para o mundo. Não espere receber amor primeiro, aprenda a dar e receberá de volta. Se todos pararem e esperarem o outro dar o primeiro passo, não haverá mais amor no mundo.
O corpo engorda quando a insatisfação com o mundo aperta. Aprenda a aceitar as coisas como elas são, não seja exigente demais com você, nem com o mundo. Relaxe! Deixe a ansiedade desaparecer… O mundo é perfeito exatamente como é. E se sua frustração refere-se a resultados obtidos, sabia que você pode estar bem mais próximo(a) dos seus sonhos do que imagina. Tenha paciência, nada é impossível e o amanhã pode ser bem melhor, dê mais uma chance para você e seus sonhos. Antes de comer algo, pergunte-se: estou com fome de que? Se não for uma fome física e sim algo emocional/espiritual, não tente resolver com a comida. Coma o que desejar, mas apenas quando estiver com fome e esteja presente quando mastigar, foque no agora. Ao invés de engolir desesperadamente na frente daTV, sem sentir o gosto da comida, saboreie cada mordida, sinta o sabor, cheire, feche os olhos, sinta a textura dos alimentos na sua boca e tenha gratidão a ele. Se você conseguir fazer isso, seu metabolismo funcionará perfeitamente e tudo que não for necessário, seu corpo expelirá.
A dor de cabeça aparece quando as duvidas aumentam e aparecem as críticas. Surge um desconforto como se você estivesse vivendo um problema sem saída. Relaxe, ore, medite, converse com alguém, peça ajuda! Confie mais em você e na vida. Acalme-se, tenha mais fé, creia mais em você e em Deus. Como dizem os orientais: Se um problema tem saída, resolva! E se não tem, por que se preocupar tanto? Neste caso, aceite-o!
Problemas na coluna indicam que você tem a sensação de que há pessoas ao seu redor que dependem de você. É como se você não quisesse, mas sente que tem que carregar o mundo nas costas, pois acha que os outros são incapazes de resolver seus problemas sem a sua ajuda. Isso não é verdade! Todo mundo tem a capacidade para resolver as coisas. É você quem acha isso, então liberte-se desta crença. Acredite mais nos outros. Cada um tem o direito de viver a vida como deseja, não queira impor seu modo de viver a outros. Aceite as diferenças, afinal você também quer ser aceito(a) exatamente como é, não é mesmo?
O coração para quando o sentido da vida parece terminar. Mantenha seu coração sadio, procure pontos negativos em fatos passados e atuais. Dê mais sentido aos fatos. Você já reparou que tudo tem seu lado positivo? Basta saber procurar… E sempre tenha planos ousados e divertidos para o futuro, isso o manterá vivo e “motivado”, com o coração leve e saudável.
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável. Ninguém consegue manifestar perfeição, pois é impossível até mesmo defini-la. Quem poderia citar o que seria mundialmente considerado perfeito? Aceite-se e aceite o mundo exatamente como ele é. Pare de querer controlar tudo. São as diferenças e as pequenas imperfeições que fazem do mundo um lugar tão maravilhoso… Isso vale para seu corpo também. Aceite-se exatamente como é, seu corpo é o templo da sua alma. Se existir algo que queira mudar em seu corpo, faça; mas não deixe que sua felicidade e amor próprio dependam disso. Se você está num relacionamento e seu parceiro(a) não está satisfeito com seu corpo, mude de parceiro. Afinal, você é muito mais maravilhoso e especial do que seu corpo físico. Você é a auto-manifestação de Deus na terra. E pode ter certeza: existem muitas pessoas que gostariam de estar com você! Para você ser completamente amado e aceito por alguém, comece se aceitando e se amando e isso ocorrerá naturalmente.
As unhas quebram, os cabelos e a pele perdem a força e o brilho quando as defesas ficam ameaçadas. E isso acontece quando você está se sentindo deprimido, sem vontade de seguir além… Se estiver com depressão, procure os amigos, familares e/ou ajuda médica. Deseje melhorar, leia bons livros, assista a programas divertidos, instrutivos e/ou inspiradores, tenha um tempo só pra você, faça coisas de que gosta,ria em frente ao espelho, divirta-se! Insira mais diversão na sua vida, isso só depende de você!
O peito aperta quando o orgulho escraviza. Você não é vítima do mundo. Ninguém é, a menos que se coloque nesta posição. Para todo ditador, existe um ou vários submissos. Não tenha pena de você, pelo contrário, orgulhe-se de ser a pessoa que é. Encontre características positivas suas. Se estiver difícil, pergunte a amigos e familiares, pode ter certeza de que você ficará muito feliz com o feedback deles. E escreva num caderno para se lembrar e comece a fazer as suas anotações positivas sobre você, as pessoas e fatos ao redor.
A pessoa enfarta quando sente a ingratidão e estresse. Procure não exigir tanto das pessoas. Quando fizer algo pequeno, médio ou grande por alguém, não espere algo em troca. A pessoa pode não retribuir da maneira que você deseja e você envevena seu coração com raiva e sentimento de frustração e ingratidão. Na maioria das vezes a pessoa nem imaginava o quanto isso era importante pra você, é a sua visão que coloca este peso. Não deixe que suas exigências de como os outros devem se comportar atrapalhe a sua saúde e felicidade. Você pode ter feito coisas que magoaram muitas pessoas e você nem imagina. Perdoe SEMPRE! E perdoe-se!
A pressão sobe quando o medo aprisiona. Mas medo de que? Muitas vezes o medo é irracional. A menos que você esteja realmente numa situação perigosa (perdido em alto mar, sem socorro á vista, seu avião caiu no meio da Amazônia e você está perdido, sozinho e machucado, etc…) a menos que a adrenalina gerada seja algo que pode te ajudar a reagir corretamente numa situação de emergência, acalme-se! Faça a pergunta: E se este fato que eu receio realmente venha a ocorrer, qual é a pior coisa que poderia me acontecer? Faça as pazes com todas as possibilidades. Se você não tem controle sobre algum fato, solte-o! Entregue à Deus, ore, medite, relaxe… E entregue ao universo. Cuidado com os 15 minutos antes de dormir, não tenha medo do amanhã, confie de que tudo ocorrerá da melhor maneira, entregue o problema à Deus e durma bem. Muitas vezes ao acordar, o problema terá diminuído ou até desaparecido, pois muitos dos nossos medos são irreais.
As neuroses paralisam quando a”criança interna” tiraniza. Quando você repetidamente não consegue realizar sonhos e projetos importantes, acaba se frustrando, sente que não tem controle ou que o mundo está contra você. Neste momento, tudo parece ser um empecilho, você vê um mundo perigoso e injusto e se sente como uma criança sozinha e desamparada, despreparada para lidar com as situações. Mas você não é mais uma criança, é um adulto e tem força e capacidade para resolver e realizar qualquer coisa que deseja, procure ajuda, mude e seja feliz! Muitas pessoas procuram remédios físicos quando na verdade precisam mudar suas atitudes, pensamentos e sentimentos.
A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade. Se sua temperatura subiu, você está se sentindo sem forças para lidar com as situações. Não se compare com outras pessoas, não pense que só você tem problemas ou que existem pessoas sortudas e pra você, nada dá certo. Isso não é verdade! Todos temos problemas, o que muda é como os encaramos e resolvemos. Você é capaz de resolver qualquer situação. Dê uma chance para você e seus sonhos grandiosos… Não seja tão exigente, deixe que tudo ocorrerá no tempo de Deus. Equilibre seu organismo, equilibrando suas emoções.
O câncer se instala quando a pessoa guardou mágoas e rancores por toda uma vida. É como se aqueles sentimentos estivessem comendo a pessoa de dentro pra fora. É por isso que não adianta curar apenas com remédios, é preciso aprender a perdoar as pessoas, principalmente a si mesmo e seguir em frente, vivendo no presente, com planos concretos para o futuro. Perdoar é um processo, pode levar tempo, mas nada é tão belo e transformador do que o perdão, ele liberta a alma, a pessoa se renova e se cura.

Experimente começar o dia em paz e harmonia, seu corpo agradece e você verá o resultado na sua vida em geral.

(autor desconhecido)
recebi por email da minha amiga Eva Soares.

19 de novembro de 2010

Limiar

Contelações
encontram-se dentro de mim.
Algo transparente e
Fascinante
Que me faz transpor
Pedaços,
Retalhos
E recortes.
e um de repente
apoteótico
se apodera do cenário cinza
que me abraçou
com insistência.
(Carmen Eugenio)

Sinapse

Eu estava longe,
muito longe...
Libertada pela anatomia das palavras.
O ar do dia
que se despedia
me invadia.
A cadência secular dos instantes,
constante.
Meus poucos se juntavam
para desmoronar novamente.
Uma acrobacia insólita
diante de uma
uma estela circunspecta.

Carmen Eugenio

Castelo de Areia



O Castelo era de Areia
mas, mesmo frágil,
abrigava uma existência.
Emoções nasciam entre aquelas paredes.
Algumas ruíram.
Apesar da vulnerabilidade,
Aquela inquietação não cedeu ao perigo iminente.
E mesmo quando tudo escureceu
Restou um canto incandescente
Que insistia
no recomeçar de cada grão.
(Carmen Eugenio)

16 de novembro de 2010

"O amor tem a grandeza que você desejar".

Carmen Eugenio
"O Encontro de todos nós é um festejo.
 Um mosaico, ensejo.
Bom como beijo."

Carmen Eugenio
"A vida é como um rio.
Ela passa.
Ou você se atira,
ou ficará eternamente à sua margem."

Carmen Eugenio
"Se o amor é 'Entrega Total',  
Não se economize."

Carmen Eugenio
"Perfume.Veneno. Doce. Devaneios.
São tantas voltas por mim mesma, que quando acordei,
acabei achando graça,
da pedra que encontrou vidraça!"


Carmen Eugenio
"Os sonhos estão no plano etéreo à espera de resgate." por Carmen Eugenio
"Quando conheci o Nascer-do-Sol, descobri o infinito.
 Traduzi a humildade."
"Sem Respeito - Nada Feito" . Carmen Eugenio

15 de novembro de 2010

14 de novembro de 2010

10 de novembro de 2010

BALADA PARA UM FILHO ADOLESCENTE

(Esse poema me marcou muito, pois o declamei quando tinha 14 anos, em um concurso no meu colégio, na Vila Mariana, em São Paulo, e fiquei em 1° lugar. Muitas mães choraram no auditório, de emoção.
Hoje, esse blog é de uma mãe...
Na época, o encontrei em um livro de poesias, de autoria de um amigo do meu pai, que era Deputado Federal em São Paulo, Gióia Junior.
No dia da apresentação, meu pai convidou o próprio Gióia Junior, para ver a minha declamação.
Ele gostou e a partir de então, me convidou para representá-lo em vários eventos culturais em São Paulo, onde eu declamava essa poesia. Imagina, eu uma menina de 14 anos, representando um Deputado Federal!!
Marcou minha vida e jamais esquecerei essa grande pessoa, grande poeta e escritor que aprendi, desde cedo, a respeitar e admirar.
E também, jamais esquecerei, o quanto fui incentivada pelos meus pais, a participar de eventos culturais na escola, onde aprendi a tocar violão aos 7 anos de idade!!!)

BALADA PARA UM FILHO ADOLESCENTE

Ei, cara! Cabeludo, espadaúdo,
sorriso claro iluminando a minha vida,  
braços compridos, abraçando o mundo,
pés enormes, desafiando caminhos.
Olhos arregalados para o dia que passa; como eu te quero!
Apesar do emburramento,
quando as suas vontades são contrariadas,
apesar da visita diária às minhas gavetas, escolhendo as meias minhas,
camisas minhas, lenços meus,
apesar de eu não encontrar nunca em meu armário
o talco, o desodorante, o aparelho de barbear,
porque foram sequestrados
COMO EU TE QUERO CARA!
Te quero na segunda e na terceira pessoa,
sem preocupação de misturas de pronomes.
TE QUERO PRA VALER.
Quando você deixou um dia a cama vazia,
pra fazer a 'cabeça',
pra se fazer de homem, pra curtir a praia, a garota, o som,
Você não sabe o que nós sofremos ...
VOCÊ SABE SIM,
porque você também sofreu quando teve aquela catapora violenta,
que dava a impressão de varíola.
Quando você teve aquela dor de cabeça que nos preocupou.
Você não calcula o quanto foi difícil suportar, enfrentar, confiar...
Ei cara, que história é essa de crescer mais que o pai?
Que história é essa de ficar mais tempo nas ruas com as 'minas',
com a 'eleita',
com a 'preciosa',
com a companheirinha de sonhos audaciosos!
Ei, cara! Que história é essa de fazer 16 anos e mostrar ao pai e a mãe que é tempo de arribação,
de vôo solitário, de autonomia de vôo.
CHEGA AQUI, FILHO,
toma um beijo na cara onde a barba desponta e é logo raspada.
Afasta dos olhos esse cabelo todo
e veja o que os meus olhos dizem:
"Deus te dê vida longa,
Deus te livre do veneno do ódio,
do veneno das drogas,
do veneno do ócio,
do veneno da inveja,
do veneno dos fanatismos,
do veneno da angustia.
Deus te guarde,
e o teu tempo na terra se multiplique,
para que o meu coração tenha alegria e a minha vida,
enfim,
se justifique."

 Gióia Júnior
Livro: Poesias Completas


9 de novembro de 2010

Absoluto

Quero que saibas
o quanto me és caro,
ainda que incompreendido.
Seu conforto me é imprescindível.
Sua suavidade desliza em meu ser,
Rende meus sentidos.
Nada de propósitos sexys,
Aparições performáticas
Ou flashes vulcânicos.
Quero apenas essa sutilidade
que é o encontrar de minha pele
com sua insistência macia e premente.
Sua simplicidade
Rompe minhas complexidades
que, largadas nesse deleite,
às portas de modorra,
contrario um delírio coletivo
de noites ‘calientes’ em tramas incandescentes.
Encontros noturnos, serenos, singelos.
Já quis te substituir.
Em vão.
Seus personagens, instrumentos musicais
Embalam meu repouso.
Atando-me a ti.
Não consigo te deixar
Porque sinto que já somos
Coexistentes.
Eu, o luar das noites
O mistério dos silêncios
E você,
Meu amado e velho pijama.

(Carmen Eugenio)
 
Fiz para meu velho e bom pijama, que tenho há muitos anos.
De algodão com  estampa de ursinhos, coelhinhos e elefantinhos que estão tocando instrumentos musicais....

7 de novembro de 2010

Entrega

Eu viajo pelo seu cheiro
E imagino o sabor da nossa aventura.
É difícil resistir a tamanha atração.
É humanamente irresistível
seu poder de persuasão.
É incontrolável.
Não consigo desviar,
Despistar,
ou negar o óbvio: sou louca por você.
Fico imaginando as conseqüências de uma entrega frenética:
Você, vivendo em cada curva do meu corpo,
Consumindo cada fração de pensamento.
Irrepreensível, magnético.
Sem fuga de paradigmas, estereótipos ou cliches:
 Eu Te Desejo.
Te quero em minhas mãos,
em minha boca,
impregnando minha existência.
Não sei se preciso da sua presença
Ou se a invento
Se a anseio...
Mas, jamais
Terás minha indiferença
Porque é sentença, ainda que pecado...
Eu te adoro, Bolo de Chocolate.

(Carmen Eugenio)

4 de novembro de 2010

PONTILHISMO

 Pontilhismo foi um movimento artístico que deu origem ao Pós-Impressionismo.
Georges-Pierre Seurat, artista francês do final do século XIX, pintou, de 1884 a 1886, o seu mais famoso quadro, intitulado Un dimanche après-midi sur l'Île de la Grande Jatte, a primeira obra descontínua desde o Renascimento, inaugurando o Pontilhismo.


                                                                La Parade (1889) Seurat




Pontilhismo com montagem mista


Potilhismo com caneta marcador permanente em transparência + efeitos de Photoshop - trabalho acadêmico para a disciplica Desenho Artístico - Prof. Fábio Campos (Univ. Estácio de Sá)
 
 
 
Autor: Robson S. Silva - Material: Nankim/ Canson - Técnica: Pontilhismo
 

João Adrian


                                          Design gráfico e produto, UniFAE (Curitiba-PR).

3 de novembro de 2010

Eixos e Avessos


(Matisse)
Nosso encontro de avessos
É algo maior que meus horizontes
É um transpor absoluto de suposições
Composições e acervos.
Protagonizar ilusões
Pode até ser ironia
Agonia
Conjeturas.
Encontro a simetria sensata
Quando abandono certezas
À procura de suas palavras.
E assim, percorro o tempo
Em rendição ao encantamento
De algum momento
Em que verei sucumbir o eixo
Que aparta-me do seu eu
E dilacera minha conjunção de vontades.
Verdades? O que são?

(Carmen Eugenio)

Cecília Meireles

(Girassóis- de Van Gogh)
“A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la.”

2 de novembro de 2010

                                    (http://jefersonquadrosartes.blogspot.com/2010/06/arte-e-romantismo.html)


"O amor é a justificativa e o alimento de nossas existências."
Carmen Eugenio

27 de outubro de 2010

Meditação e Crianças

Meus aluninhos, meditando ao final da aula de artes.


Desligar-se por alguns minutos dos assuntos do dia-a-dia tem efeitos físicos e psíquicos comprovados por estudos. A meditação promove a liberação de endorfina (neuro-hormônio que produz sensação de bem-estar e diminui a produção de adrenalina (que, nas crianças, sempre é alta) e cortisol (hormônio ligado ao estresse).
Com o objetivo de ensinar às crianças a prática contemplativa, de conhecer os benefícios do silêncio, de encontrar-se consigo mesmo, com seu Eu, estimular a imaginação, alcançar pensamentos positivos, otimizar a auto-estima, para melhor enfrentar seus conflitos, orientei meus aluninhos como meditar ao final das atividades nas aulas de artes.
Eles adoraram, até porque, crianças apreciam novidades e também são atingidas pelo estresse do cotidiano.
Fiquei surpresa quando o primeiro aluno, Vitor com sete anos de idade, sentou-se sozinho, em posição de lótus. A partir daí, os outros foram acompanhando e a sala de aula, geralmente barulhenta, tornou-se um verdadeiro templo de paz! Que maravilha! Para mim e para eles!
Comecei a desenvolver a meditação essa semana, nos minutos finais da aula, quando as crianças terminam as atividades propostas.
No início, ficamos em absoluto silêncio. Pedi que fechassem os olhos e respirassem profundamente.
Depois, comecei a contar-lhes uma história , como nas oficinas de teatro, em que começamos a nos imaginar no lugar descrito.
Disse a eles, que se imaginassem andando pela areia fofa da praia. Depois, apreciando as ondas do mar...
As crianças puderam relaxar e desligar os pensamentos. A seguir, imaginaram-se dentro da narrativa.
“Quando aplicada corretamente, a meditação ensina a criança a ter autocontrole, diz a psicóloga norte americana Deborah Rozman, autora de ‘Meditação para Crianças’. Segundo ela, estudos comprovaram que a meditação ajuda pequenos muito inquietos a controlar o temperamento. Crianças arteiras ou hiperativas têm mais dificuldade de meditar, mas são extremamente beneficiadas quando conseguem, completa Márcia de Luca, fundadora do Centro Integrado de Yoga, Meditação e Ayurveda (Ciyma), de São Paulo.

...Enfim, serenidade já!

                                 

26 de outubro de 2010

Despedida - Rita Lee


"Pra que Sofrer com despedida?
Se quem parte não leva,
Nem o sol, nem as trevas
E quem fica não se esquece tudo o que sonhou
Eu sei

Tudo é tão simples que cabe Num cartão postal
... E se a história é de amor
Não acaba tão mal."

25 de outubro de 2010

Endorfinas, Magrela e Eu

(Pintura de Fernando Campos)

Eu amo andar de bicicleta!
Domingo, às sete horas, comecei a andar de bicicleta pelo meu bairro.
Que sensação de liberdade maravilhosa!
Que bom respirar ar puro...
Ruas, calçadas, árvores, poucas pessoas ...
Senti uma explosão de endorfinas..
As endorfinas são substâncias naturais produzidas pelo cérebro, geralmente, quando pratica-se alguma atividade física.
A produção de endorfinas, relaxa, preserva-nos da dor, e aumenta a sensação de prazer, disposição física e psíquica, proporcionando uma sensação de euforia e bem estar.
Também melhora nossa resistência, pois estímula o sistema imunológico.
Além disso, seus efeitos permanecem por algum tempo depois que termina-se a atividade física.
Consequentemente,  melhora o humor e reduz o estresse.
Uma sensação de felicidade mesmo!
Agora vem o feriado, não vou viajar pois, naturalmente, vou votar para Presidente da nossa República.
Quero andar de bicicleta todos os dias.
Alguém se anima?

18 de outubro de 2010

Querida Taty!!!

Comentário que escrevi no texto "Versos, exagerados versos..."
do Blog da minha amiga Tatiana Kielberman  >>>  http://bit.ly/cP3Q87

Querida Taty!!!

Amores, paixões!!!
O amor é calmo. As paixões é que nos enlouquecem!!!
Mas você não imagina quantas saudades sentimos, quando elas se vão...
Quando eu ia querer decifrar suas palavras, você mesmo o fez, ao final.
Não existe cura e sempre estamos emaranhados em algum doce delírio!!!! E se a cura existe, não sei se a queremos.
Essa, talvez, seja a febre que esquenta os dias de nossa vida!!!
Respire fundo, observe!
Vá ao cinema e assista 'Comer, Rezar, Amar'. (Com Julia Roberts e aii.... > Javier Bardem....)
Às vezes precisamos dar um tempo e nos reencontrar.
 Ou nos encontrar pela primeira vez!
Provavelmente, este seja o significado do famigerado 'Equilíbrio' !!!
E essa é uma estrada paralela,
que percorremos sempre que o caminho torna-se sinuoso...
Estradas alternativas, 'pit stop', pausas, recuos, cartas na manga, plano B,C,D...;
vale tudo para encarar essa aventura que é a VIDA!!
Adorei tudo!! Como sempre!!

17 de outubro de 2010

Até 24 de Outubro,em SP, Exposição "As Cores da Resistência"



Elaborada com suas armas - o lápis, a caneta e o pincel a exposição de Elifas Andreato - As Cores da Resistência conta com cerca de 100 trabalhos, entre capas de discos, cartazes de peças teatrais, fotos de cenários, e semanários. A mostra evidência a importância da arte de Elifas Andreato como instrumento de resistência política durante a ditadura militar. Visual e com farta iconografia, a exposição mostra aspectos da vida e obra de Elifas Andreato, com foco na resistência à ditadura militar, no local onde ele mesmo fôra preso-o antigo deops, que transformou-se no Memorial da Resistência.
Entre os trabalhos realizados nesse período estão: o cartaz para a peça de teatro Mortos sem sepultura, de Jean Paul-Sartre, e a capa do disco Nervos de Aço, de Paulinho da Viola, além de edições de jornais e revistas conhecidos pela oposição ao regime militar.
Elifas participou ativamente da resistência, ocupando a mesma trincheira onde toda a vanguarda brasileira combatia, junto aos talentos mais expressivos das variadas manifestações do pensamento. "Elifas foi, e continua sendo, um resistente. Resistiu nos anos de chumbo contra a ditadura, e resiste ainda hoje contra a "lógica de mercado", editando e publicando mensalmente, há 11 anos, com enorme sacrifício, o Almanaque Brasil, na defesa da arte, história e cultura brasileiras", afirma o curador da mostra José Carlos Bruno.

A Exposição vai até 24 de Outubro, de Terça a domingo, das 10h às 17h30
Memorial da Resistência - Museu Pinacoteca de São Paulo
Lgo. Gen. Osório, 66 (Luz)
Tel: (11) 3335-4990
Ingressos: Grátis

14 de outubro de 2010

Busque, ouse e conquiste-se

(Carmo Soá)
Ser sozinha no século XXI é mais uma opção pessoal do que a falta da mesma. Muitas mulheres atualmente fazem esse tipo de escolha. Principalmente, quando descobrem que não precisam trocar de mantenedor ou protetor após saírem da casa dos pais ou se divorciarem ou mesmo quando ficam viúvas. A mulher de hoje, muito mais facilmente percebe que pode estar no comando de sua própria vida.

O estar só, dentro deste contexto, pode significar um momento de entressafra onde a mulher, por opção, pode decidir se quer ou não ter um parceiro. A diferença brutal de antigamente para os dias atuais é que a mulher bem resolvida sabe que não necessita de um homem a tiracolo para ter um lugar no mundo. Ela mesma pode e faz o seu lugar, bem como seu status social. O mundo, agora, principalmente nas grandes metrópoles, não mais instiga, como antes, que a mulher seja submissa ou que tenha que depender de um homem para sustentá-la.

8 de outubro de 2010

Invictus - William Henley


Por ser estreita a senda – eu não declino,
Nem por pesada a mão que o mundo espalma;
Eu sou dono e senhor de meu destino;
Eu sou o comandante de minha alma.
( Invictus - William Henley)

5 de outubro de 2010

(Arte Impressionista)
Quando se ama,
Um nada, fica muito.
Tudo é demais .
Tudo torna-se superlativo.
Ser conciso, é impossível.
Ser preciso, é desperdício.
O insondável 
se apodera
te permeia
e te seduz.
O amor sem métrica.
Imensurável.
Imprevisível.
Um 'Não Sei'.
Ou sei - Luz.

4 de outubro de 2010

Gosto das tempestades!
São delas que me lembro,
tenho saudades...
Foram elas que mexeram comigo,
me tiraram da zona de conforto,
me obrigaram a amadurecer, a modificar, a ser mais forte..
A tormenta te obriga à atitudes.
Então, estou sempre me atirando! De cabeça!
Não tive tempo, ainda, para pensar se dói.
Não sei se quero pensar em dor ou atravessá-la...
Não sei se quero me esquivar do vento forte ou voar à deriva...
Meu verbo é IR.
Vou indo...
e sempre...
E vou...

                                                     (Carmen Eugenio)
Do amor, quero a clarividência para enxergar o que meus olhos não alcançam."


2 de outubro de 2010

Acelerada


Sempre igual:
Quando te vejo
Acontece formigamento mental
Meu coração acelera
Desanda
Derrete
Se é para escolher
Escolho o que não posso dizer
E seu beijo
Esparrama por todos os meus cantos
Ensejo dissoluto
Devaneio, encanto.

1 de outubro de 2010

"Quero ver o mundo com aquarela de sonhos, sem tantas certezas, mas confiando no colorido da paleta que seguro em minhas mãos".

Carmen Eugenio



(Parte de um texto que escrevi em março de 2010)

30 de setembro de 2010

Exposição de Cerâmica Terena

A Exposição de cerâmica Terena, acontece na Casa do Artesão em Campo Grande - MS, até o dia 15 de outubro.




28 de setembro de 2010

Congruencias


Amor é exagero,
sabor das minhas manias,
perfume de todo cheiro.
Visão de toda parte
Talvez, Agora.
Ficção, Encarte?
O melhor do outono.
Cor da primavera.
Algo que se espera
e inspira luz da aurora.
Trajetória premente
De indelével pulsar febril.



Invisível

Você está ali. Todos os dias, você está ali. Você faz o que tem que ser feito. Você apoia, você está presente. Mas o outro não t...